DISSIDENTE-X

BLOGOSFERA PORTUGUESA, A “NOVA”

leave a comment »

NOVA BLOGOSFERA

 

O que designo por “nova Blogosfera” são blogs que junto aos anteriores dos outros dois posts ( AQUI ) – ( AQUI) mas quase todos eles não são tão novos quanto isso, cronologicamente.

O “Obvious” é um Blog – sítio- zona futurista, da mais alta qualidade. Mesmo internacionalmente comparado. É o melhor Blog português. É um peso pesado em termos de influência e rank/autoridade, dando um baile 5 vezes maior, em audiência, e influência, por exemplo, ao Blog do senhor Pacheco Pereira. É uma aposta de vanguarda que põe completamente obsoletos, por exemplo, os jornais online, apesar de não ser um jornal.

O de ” Rerum Natura” é um Blog relativamente recente, dedicado à ciência e à divulgação cientifica. Beneficia do facto de as pessoas que o fazem serem relativamente conhecidos e de fazer parte da rede de blogs convidados do Público. É muito interessante, apesar de tudo, devido aos assuntos de que trata, que tenha a influência que tem.

O “há vida em Markl” pertence a Nuno Markl, animador de rádio, e é um blog de crescimento rápido devido à notoriedade de quem o faz, motivada pela vivência pública do autor e pelas aparições na televisão-rádio.

Importa dizer que:

Estes tipo de blogs “diferentes” e não directamente políticos retiram público aos blogs “mainstream” políticos, tipo abrupto e companhia Lda. Restringem-lhes a área de influência e alargam públicos na blogosfera. Os Blogs mainstream com o senhor Pacheco Pereira, à cabeça tem-se sempre posicionado, pelo menos desde 2003, como estratégia tácita, apostados em retardar o aparecimento de blogs como estes. Em minimizar o mais que podem a influência destes. Precisamente pela democratização e alargamento de espaço a novos públicos que estes trazem e pelo “abanar” da lógica, segundo a qual, só “pessoas que escrevem nos jornais e aparecem na televisão é que são “boas”e sabem escrever e falar…

Dos outros blogs são dois deles relativamente já conhecidos : ppware e Remixtures. São blogs mais “de nicho de assuntos”. O “Ppware” dedica-se à divulgação de software (novos produtos, testes, base de dados de software, etc) e tem um tráfego/leitores 5 ou 6 vezes vezes mais elevado do que o comparativo com o Abrupto. Por exemplo.

O “Remixtures” trata de temas relacionados com a indústria da música, P2P, direitos de autor, novos artistas, novas formas de divulgação e lançamento de novos formatos digitais ou outros, e assuntos conexos a este tema. É um bom blogue temático sobre uma área especifica.

O “Ladrões de Bicicletas” é um blog do Bloco de esquerda mas versão reloaded. Discussões sempre cheias de profundos significados ocultos ecoam pelas catacumbas daquele blog, sempre interpretadas por visões sociológicas sempre diferentes, multiculturais e iguais ou diferentes. É uma espécie de Barnabé, mas feito uns anos à frente, com parecenças com o Blog Aspirina B. Feito por jovens universitários em busca de uma dinamização da carreira, é um blog que promete. Especialmente para os próprios.

O “Corta fitas” é um blog de jornalistas. Que discute apaixonadamente a política, os spin político, a política, o spin político, etc. Basicamente tem grande influência porque quem o faz é jornalista e depois todos os blogs “grandes” (em influência, não em qualidade) mandam ligações repetidas uns para os outros e o “corta fitas” devolve a cortesia. Mas apesar de tudo, e talvez reflectindo os tempos actuais é um blog diferente – relativamente diferente, do que eram os do mesmo estilo há 2, 3, 4 anos atrás. É o jornalismo a fazer blogs para não perder o pé do jornalismo propriamente dito e tentar ( re) ocupar espaço que os Blogs roubaram aos jornais ditos “de referência”.

O Do Portugal Profundo é uma cruzada pessoal. Já antes do caso com o senhor Sócrates o Blog tinha bastante audiência. Apesar de não gostar por aí além do estilo do blog, nem da ideologia, embora não o acompanhe frequentemente este sítio tem méritos pelo seguinte: contrariamente aos chamados “blogs de esquerda de referencia, em que quase todos tem caixa de comentários fechada, este, que não me parece ser um blog de esquerda, tem as caixas abertas. E fala de assuntos incómodos. É claro que depois descamba para o chavascal, mas o senhor aguenta-se com o chavascal. Nos ditos “blogs de esquerda” não há capacidade para se aguentarem com o chavascal…

O “Kontratempos” é um péssimo blog, feito por um jovem apparatchick do partido socialista em transfuga do Bloco de esquerda. O autor engana muito bem porque escreve muito bem, uma escrita sempre em tom sociológico harmonioso, desenvolvendo teorias acerca da esquerda moderna, sempre muito modernas e sociológicas. Quando, apesar de tudo, isso falha, utiliza-se a táctica número 2. Saem uns posts contra o PCP, o inimigo convenientemente útil, ou em favor de causas humanitárias muito interessantes, mas que, pelo facto de serem feitos posts e campanhas não as virão a resolver. Mas fica bem, engana as pessoas e faz crescer pelos no peito. E o autor demonstra que é simultaneamente anti comunista, o que lhe garante uma alvará de legitimidade dentro do PS, e demonstra que é solidário, o que fica sempre bem num membro da esquerda moderna. Ser solidário é muito porreiro especialmente demonstrando solidariedade com problemas que, pelo facto de se demonstrar essa mesma solidariedade, apesar disso, esses problemas não virão a ser resolvidos.

Estes são diferentes tipos de Blogs que surgem a ofuscar cada vez mais a “blogosfera tradicional”. Não só pelo facto dos temas dos mesmos em alguns deles não serem estritamente políticos, ou nem sequer serem políticos, mas também nos blogs que o são, politicamente, existirem “diferenças” (para melhor) quer de conteúdo, quer de estilo estético/ capacidade de intervenção e de chamar a atenção para temas que não são normalmente falados.

Contribuem, apesar de tudo para a formação da opinião pública e para correntes da mesma, mesmo que situadas na Blogosfera. Outro exemplo disso mesmo que menciono embora não no mapa esteja é o Blog we have kaos in the garden” , onde a manipulação de imagens seguida de um texto explicativo são também formas de intervenção. Ou o Marketing de Busca que tenho citado, sobre SEO.

Todo este tipo de blogs cria espaço e ataca as “vedetas tradicionais”. Qualquer um destes blogs, é, globalmente melhor ( mesmo aqueles que eu não gosto) do que os tradicionais.

A questão é: porque é que os tradicionais ainda estão de pé?

Anúncios

Written by dissidentex

08/03/2008 às 8:45

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: