DISSIDENTE-X

LUIS FILIPE MENESES – as crónicas de Riddick (ulous). Ep.1

leave a comment »

ASTROPORTO 1

O grande líder DITADOR BENEVOLENTE dos CATAFLANOS, o MÉDIO VIZIR Bul`shit prepara-se.

IRÁ DISCURSAR DENTRO DE MOMENTOS ÀS TROPAS DE ASSALTO PERFEITAMENTE ALINHADAS.

3 milhões de CATAFLANOS perfeitamente alinhados sob o zénite dos 7 sois do planeta,

AGUARDAM COM UM ESGAR DE FEROCIDADE AS palavras de exortação do seu benevolente ditador democrático, O MÉDIO VIZIR BUL`SHIT.

3 milhões de CATAFLANOS no espaço de um campo de futebol.

A respiração ofegante dos CATAFLANOS, Um dos 3 sexos diferentes que compõem a população do planeta,

OUVE-SE NO PLANETA DO LADO, SINVASTATINA RADION 3.

O generalissimo Bul`shit abre as suas 3 gargantas e diz SUAVEMENTEOBVIOUS 1

( SÓ SE OUVE NO 3º PLANETA, BIZOPROLOL )

ytr`poi, claòrt, irt`hjk!

asd`fgh`jkl`çmn`

Vamos para Portugal! Invasão JÁ!

INTERVALO PARA PUBLICIDADE

SEPARADOR LUIS FILIPE MENESES E BAMBO

FIM DO INTERVALO PUBLICITÁRIO. PASSAMOS A EMISSÃO PARA A SEDE NACIONAL DO PSD.

SEDE DO PSD

Contra todas a expectativas, Luís Filipe Meneses tomou decisões. Na próxima segunda feira, quer ganhar eleições e desmantelar o Estado.

Na próxima terça feita quer desmantelar eleições e ganhar o Estado. Luís Filipe Meneses quer desmantelar.

Em vez de contratar um agência de comunicação e tentar chegar ao poder, Luís Filipe Meneses opta por duas soluções radicais.

Em rigoroso exclusivo apresentamos um excerto do diálogo.

Luís Filipe Meneses – Meus senhores, tomei uma decisão. Temos que tomar o poder custe o que custar.

Santana Lopes – eu não quero que uma agência de comunicação nos faça chegar ao poder. Temos que vencer sozinhos, e dedicar esta vitória a Sá Carneiro, porque o PPD-PSD é a grande força da esquerda portuguesa.

Luís Filipe Meneses – Tenho um plano infalível que nunca falha. Vamos fazer algo de diferente em honra do espírito do 25 de Abril, onde eu lutei bastante ao lado dos professores do ensino secundário no dia 8 de Março.

Santana Lopes – no dia 8 de Março? Ò, Luís não quererás dizer no dia 28 de Março?

Luís Filipe Meneses: Estejam calados. O meu plano divide-se em duas partes, a primeira e a segunda. É infalível e à prova de bala. Para tal estabeleci contactos com os meus contactos.

Santana Lopes – mas quais contactos?

Luís Filipe Meneses – não digam a ninguém, porque é segredo, mas decidi contratar uma força de ataque alienígena proveniente de Cataflan, um planeta alienígena nos confins do sistema solar para nos ajudar a tomar o poder.

IMAGENS LA REDOUTE (CATÁLOGO EXCLUSIVO) DE ALGUMAS UNIDADES DA ARMADA DE CATAFLAN.

ARMADA DE CATAFLAN -ALGUMAS UNIDADES

Através da contratação desta força de ataque alienígena, Luís Filipe Meneses pretende conquistar o poder e o voto dos portugueses.

Foi determinado por estudos independentes que só assim se conseguirá chegar ao poder em 2009.

O objectivo é simples. Acaso os portugueses sejam ingratos e não votem no PSD nas próximas eleições, Luís Filipe Meneses mandará atacar Portugal através dos mercenários alienígenas de Cataflan.

—————————————————————————————-

A segunda medida estruturante de fundo de Luís Filipe Meneses, é a contratação de um novo assessor de relações públicas, Marketing,Publicidade, comunicação empresarial, social, sociologia e pedopsicologia do Marketing, com vasta experiência e curriculum na área: o Professor Doutor Tolentino Cupertino Grunhof.

Tolentino Cupertino Grunhof foi entrevistado pela Revista Meios e Publicidade.

ENTREVISTA PATROCINADA POR ASTRÓLOGO KARAMBA:

SEPARADOR KARAMBA

Transcrevemos aqui uns excertos da mesma:.

————-

Meios e publicidade (MP): Professor doutor: como pretende fazer o PSD chegar ao poder?

Tolentino Cupertino Grunhof (TCG -CEO/CTO/MARKETING MANAGER MIX): Pretendemos obnubilar pela codificação transversal paralela, portanto, pela encadernação gravada de índole partidária a nossa marca de modernidade e de vislumbre do estilo do arco eleitoral que pretendemos alcançar mediante a targetização do votante a imposição de um estilo losangular angular na política comunicacional deste partido!

Já estabelecemos as demarches necessárias para isso.

MP: sim, mas como pretende fazer isso? Como pretende obnubilar a modernidade mediante a imposição de um estilo angular deste partido? Com um mix de produtos? Uma acção de marketing de Guerrilha? Pelo ocupar dos canais de distribuição? Acções de campanha? Marketing Viral targetizado?

TCG (GURU): o nosso eleitorado potencial apresenta-se como uma entidade inflacionada com adiposidadesOBVIOUS ALTERADO excedentes à esfera social. A contabilidade dos números e das sondagens indica-nos, mas precisamente porque ocorre isso precisamente seremos um vitupério em forma de aríete contra os nossos rivais do partido socialista. É também por isso que divisamos uma nossa estratégia de conquista de uma fatia triangular de classes segmentadas na esfera social.
Como método de fixação pneumática aderente do eleitorado ao nosso estilo e conteúdo, usaremos um mix persuasivo concomitante de acordo com a nossa tradição esférica eleitoral.
Visamos a diversificação da notoriedade do nosso mix de produto si para personificar de forma aorta as nossas intenções de achego ao eleitorado que se consubstanciará num novo élan vencedor.
MP: existirão canapés e rissóis nas recepções aos militantes na noite das eleições aquando da apresentação de resultados? E como combinará a sua estratégia tal situação com quem gosta de ameijoas e carne de porco? Qual é o mix que defende?
TCG (Visionário): bom, como sabe o problema do canapé será sempre mau através dos tempos. Nas grandes megalopóles meridionais o canapé e porque não dizê-lo, o croquete e o rissol ocupam um espaço eleitoral considerável, apenas rivalizando num outro segmento de mercado com o tremoço e o amendoim torrado. Mas estamos confiantes de que, através de uma segmentação correcta do prazer estético adequado ao electrodinamismo do rissol tal converterá os indecisos a votarem em nós.
MP: Mas como serão as vossas encadernações gravadas de índole partidária e como imporão junto do vosso potencial eleitorado cheio de adiposidades eleitorais transviadas, o vosso estilo de comunicação angular na pratica deste partido mediante o mix de produto? Quais serão os meios de comunicação que usarão?
Tolentino Cupertino Grunhof ( especialista): mostro-lhe através deste cartaz, que simboliza a clareza e a jovialidade da nossa mensagem e do mix da mesma junto das adiposidades eleitorais do eleitorado que esperamos conquistar.

CARTAZ TOLENTINO

TCG ( Cemgfa): o nosso conceito é poderosamente revolucionário e conservador. Temos o branco e o preto contrastante com o vermelho em fundo simbolizando a energia das aguas do mar a fluirem para o oceano, e em cima o aperto de mão simbólico da adiposidade eleitoral que esperamos atingir. E a nossa mensagem eleitoral simples e directa: “Se não somos parte do problema;queremos obnubilá-lo…”.

Modéstia aparte fui eu que conceptualizei este entranhado subtil e sincero que atrai como a borboleta atraí a crisálida durante a primavera.

Repare ainda no poder magnético da frase ” Meneses, o voto no vislumbre do arco eleitoral moderno”. Imagine-se isto num estádio cheio de adiposos eleitores a gritarem ” Meneses, a dicotomia está contigo, queremos votar no vislumbre do arco eleitoral moderno – PSD. E depois com um rancho folclórico a acompanhar com os seus cantares entusiásticos este magnifico pregão e refrão simples mas arrebatador.

É muito bonito e

“##$$%%&/(&/(/)()(/&&%$$##” LAMENTAMOS MAS ESTA ENTREVISTA TEVE QUE SER INTERROMPIDA.

MIRA TÉCNICA DE INTERRUPÇÃO DE PROGRAMA

DE ACORDO COM O DISPOSTO NO DECRETO LEI 1345- 3/A Nº9 REGULAMENTO MUNICIPAL 6543/ A DE 20 DE AGOSTO DE 1957, CONJUGADO COM O REGULAMENTO DE DISTÍCA E SINALÉTICA DE 1934, DE ACORDO COM A DISPOSIÇÃO DO DECRETO LEI 234/A,Nº1 ARTIGO 7, ALÍNEA C, SEGUNDA PARTE, DE ACORDO COM O ARTIGO 302 DA CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA PORTUGUESA E DA DIRECTIVA COMUNITÁRIA 25678 DE 30 DE FEVEREIRO DE 1997 DIRECTIVA L`ESCARGOT,

A ASAE , AUTORIDADE APARA A S ACTIVIDADES ECONÓMICAS RECOMENDA AO PSD A REMOÇÃO DO SUPRA CITADO CARTAZ POR VIOLAÇÃO DAS REGRAS GRAMATICAIS EM VIGOR NA REPÚBLICA PORTUGUESA QUE DEFINEM QUE A PALAVRA IMPOSIÇÃO É APENAS ESCRITA COM A LETRA “S” E NÃO COM DUAS LETRAS SS.

CUMPRA-SE O DISPOSTO SOB PENA E COIMA A APLICAR DENTRO DOS LIMITES DOS SUPRACITADOS REGULAMENTOS LEGISLATIVOS E DECRETOS LEIS.

( Este fost foi feito sobre a influência malévola do blog que fez este post que se pode encontrar AQUI)

Anúncios

Written by dissidentex

12/04/2008 às 20:45

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: