DISSIDENTE-X

DISSIDENTE-X E OS BLOGS MAINSTREAM

leave a comment »

No blog InBetween, contra todas as expectativas, numa reviravolta surpreendente, indiciando uma mudança radical para as franjas do debate político, Pedro Fontela faz um devastador ataque a este Blog, embora sem o mencionar.

Cito e comento:

Há pouco tempo deu-me para filosofar sobre o que vou vivendo aqui neste mundo semi-virtual dos blogues e cheguei a uma conclusão. As pessoas que escrevem na net não gostam de incertezas. Detestam a possibilidade, a flexibilidade. No fundo a maioria faz disto campo de batalha ideológico para a causa de estimação sem dar grandes aberturas à discussão e às possibilidades. Basta ver que quem tem grandes audiências expressa regra geral aquele tipo de certeza bacoca que só pode vir de um catecismo (não necessariamente religioso) seguido à letra que não admite desvio ou contestação. São os vendedores de certezas. Certificados com diplomas universitários e currículos que contêm os melhores nomes das praças empresariais e mediáticas portuguesas querem propagar a fé.REVOLUÇÃO CONTRA  DISSIDENTE-X, ESSE BLOG MAINSTREAM

Comentário:

Fiquei arrasado com isto. Nunca, mas nunca esperei que se cognominasse desta forma vil e obscura este blog campeão de audiências. Recuso totalmente a rotulagem de vendedor de certezas. E nunca reparei que na Blogosfera isso existisse. Tudo é democrático e debatido ao pormenor.

Quase que sente o desconforto nesses sítios quando alguém levanta não uma oposição militante e renhida (pois isso apenas alimenta a o fogo da máquina de guerra e propaganda) mas antes aquelas questões básicas que pela sua simplicidade deixam as complexas teorias académicas completamente desarmadas face a uma realidade que não perdoa. Aí o há a fazer é remeter essas personagens estranhas e perigosas que se atrevem a pensar fora dos modelos que lhes são propostos ao isolamento. Não se comenta nada do que escrevem já que isso seria dar credibilidade às suas dúvidas e aumentaria a sua influência. Por isso continua o eterno debate preso a modelos irrelevantes que são correspondidos pelo seu simétrico igualmente fervoroso e igualmente irrelevante.

Comentário:

Sinto-me profundamente ofendido pelo facto de se insinuar que aqui, existem profundas teorias académicas.

É fácil perceber que as pessoas queiram certezas. Todos queremos! Mas não devemos sacrificar a nossa sede de conhecimento , a nossa humanidade e a nossa honra apenas para ter alguma segurança intelectual. Devemos estar abertos a ouvir as dúvidas dos outros, a meditar o que sabemos sobre o assunto derivado da nossa vivência e em que medida os nossos próprios preconceitos nos podem cegar a certas alternativas ou interpretações. O debate público em Portugal tem muito que evoluir antes de poder começar a ser minimamente útil.

Comentário:

Eu não quero certezas. Quero pesar menos 15 quilos.

Anúncios

Written by dissidentex

19/04/2008 às 8:08

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: