DISSIDENTE-X

BRUXELAS AJUDA O PAÍS A INTEGRAR IMIGRANTES…

leave a comment »

integracao-dos-imigrantes-bruxelas-pagaUma das maneiras de vermos esta notícia é percebermos como o país que dá pelo nome de Portugal é uma ficção e um Estado falhado na sua mais completa acepção.

Embora não falhado na concepção prevalecente em estudos de Relações Internacionais…

Ao lado temos uma imagem do jornal Global, de 7 de Novembro de 2008, na página quatro, pequena imagem em cima, lado esquerdo, misturada com mais outras duas notícias de assuntos aparentemente díspares, chamados “Atletismo junta Portugal e Espanha” e “Feira de Natal na FIL de Lisboa”. (Embora aqui não se veja devido ao tamanho da imagem…)

A notícia propriamente dita, isto é, o conteúdo, é um dos exemplos de como Portugal é completamente arrastado para lógicas que não controla. Mais ainda é de notar aqui o facto de Bruxelas comprar Portugal e a aceitação da integração dos imigrantes em Portugal através da subsidiação de 20 milhões de euros. Para integrar pessoas, este é certamente um preço baixo que Bruxelas paga a Portugal.

Mas no estado, como país, em que nós estamos e a classe política oligárquica e plutocrática que temos aceita-se tudo… 2o milhões de euros, 20 cêntimos, o que vier…

Questões como “e porque é que vamos integrar pessoas?” não são colocadas ( para quê?), nem se questiona se é do nosso interesse, enquanto país, integrar pessoas sistematicamente e regularmente.

Como se sabe (e estou a ser irónico) os recursos de Portugal são inesgotáveis e gigantescos, e apenas aceitamos esta pequena esmola de 20 milhões de euros para não envergonharmos Bruxelas e os fazer perder a face.

Numa situação de completa crise económica e total falência de um modelo de desorganização de sociedade como é o actual modelo português Bruxelas compra-nos, num aspecto específico, com 20 milhões de Euros.

Portanto, conclua-se que Portugal participa voluntariamente nesta operação de acolhimento de imigrantes, e lá vem os subsídios para acolher pessoas.

integrar-os-imigrantesIsto, evidentemente, é maravilhoso, para a extrema direita, que, muita dela em Bruxelas completamente colada ao neo liberalismo económico, defende, por um lado, e publicamente, a imigração precisamente para acrescer ao número de mão de obra já existente e deflacionar preços e salários (especialmente salários) enquanto que publicamente fala e faz umas marchas contra a imigração.

Também é interessante notar a bizarria de “um país prospero e europeu” no dealbar no século 22″ (estou evidentemente a gozar com este cano de esgoto abjecto que dá pelo nome de Portugal que está no dealbar de coisa nenhuma excepto mostrar ao mundo a sua própria irrelevância) como é Portugal; ser tão pelintra e picuinhas que nem consegue fazer uma política de acolhimento de imigrantes e pagá-la sem precisar de ir pedinchar fundos europeus.

Outra hipótese alternativa será afirmar que a verdadeira razão de Bruxelas dar o dinheiro é porque perceberam que aqui não existe nenhuma política “séria e normal” de imigração ( ou de outra coisa qualquer) que tenha qualquer lógica e racionalidade própria…

No que diz respeito à notícia propriamente dita, temos também, o mais indisfarçável racismo idêntico aquele que eu vou escrever a seguir. Mete-se um Abdullah de barbas islamicas fundamentalistas (a expressão Abdullah que eu uso é depreciativa e racista, obviamente para servir de exemplo…) com um passaporte nas mãos e para simbolizar “integração” (mas desde quando é que ter um passaporte nas mãos significa alguém estar integrado…).

Faz-se assim passar a imagem que é para integrar os árabes fundamentalistas que Bruxelas oferece o dinheiro (a alusão é óbvia e a imagem também). E que estes só querem é o passaporte, para poderem andar por aí à vontade a colocar bombas (quer dizer, isso é verdade, mas o dinheiro da integração serve para todos os imigrantes e não apenas para fundamentalistas islâmicos…embora nesta notícia o que interessa é fazer a alusão a bombas e terroristas…)

Portanto isto não é jornalismo, mas sim outra coisa.

São estas “pequenas infiltrações” na imprensa que mostram o estado de latente intolerância fomentada por certos sectores para por as pessoas umas contra as outras mais ainda do que já estão…e lançar ódio para o ar.

Como se o que está em causa fosse só um problema de integração de muçulmanos fundamentalistas. E como se os problemas se resolvessem por, hipotéticamente, se integrar na sociedade portuguesa tipos barbudos fundamentalistas, usando dinheiro para o fazer.

Tud é um jogo de mistificação aqui, jornalismo rasca, como é fazer de quem lê um completo mentecapto. E nem se fala no indisfarçável racismo que aqui está, mais a mais misturando (embora não se veja na imagem…) as notícias com o Atletismo de Espanha a dar beijinhos ao Atletismo de Portugal(a União de povos ibéricos, jogando no contraste e normal azedume de portugueses e espanhóis para criar rejeição em quem lê…) e a feira de natal( natal, a harmonia e o bem estar, etc e tal e todas essas coisas…)

Conclusão:

– Portugal não tem dinheiro nem sequer para fazer integração decente de imigração, já que parece quere-lá;

– A mensagem de extrema direita está a passar ( e como não passará com tanta imbecilidade feita na política de imigração…)

– Quando é que se percebe que Portugal não pode fazer políticas generosas de imigração, porque estamos completamente no fundo do poço económico?

– O jornalismo já não é jornalismo, mas sim propaganda próxima de qualquer coisa que nem sequer consegue sequer ser propaganda bem feita, mas sim um esgoto totalitário a céu aberto sob a forma de jornais.

Anúncios

Written by dissidentex

08/11/2008 às 19:10

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: