DISSIDENTE-X

O ESTRANHO CASO DOS MEDICAMENTOS DA ARTRITE REUMATÓIDE…

leave a comment »

Notícia do Jornal Gratuito Metro de dia 11 de Dezembro de 2008, página 6 lá em baixo na página.

artrite-reumatoide-1
Uma notícia que passa despercebida e aparentemente é insignificante.

A notícia diz-nos que existe uma lei que determina que o funcionamento gratuito de medicamentos a quem sofre de artrite reumatóide deve ser (1) efectuada nas farmácias de hospitais, (2) de acordo com a lei, (3) gratuitamente.

Mas aparentemente há quem não receba o medicamento, porque A) não há e B) é caro.

Afinal não existe lei, porque há quem não receba o medicamento, e um medicamento gratuito por lei é caro para dois hospitais.

No artigo Dissidente-x chamado “Base de dados de artrite reumatóide” tinha-se mencionado o assunto “artrite reumatóide” – versão base de dados e as suas implicações para a privacidade e para o tratamento de doentes…

O assunto visava o facto de “em Fevereiro de 2008” ter sido feita sair uma nota propagandística para a comunicação social, dando conta do lançamento de uma base de dados de doentes listados com a doença “artrite reumatóide”.

Esta é uma base de dados tão estranha e inquietante; que não consegue categorizar e enviar a informação correcta para hospitais dizendo-lhes que existem doentes com artrite reumatóide e que estes doentes tem direito a tratamentos gratuitos.

Para que esses mesmos hospitais se “organizem” e racionalizem compras e fornecimentos do medicamento…

Há coisas tão estranhas em Portugal…

Na altura ( Fevereiro de 2008 )  foram apresentados como argumentos para se fazer existir uma “base de dados ” giraça e vaporosa, os seguintes 3 itens:

  1. “visando garantir a segurança dos doentes”;
  2. “desenvolver a prática clínica”;
  3. “e a investigação cientifica”.

Penso que a notícia do jornal gratuito Metro demonstra CLARAMENTE, que os itens 1 e 2 não estão a ser cumpridos e o item 3 está em perigo futuro de não ser cumprido.

– A prática clínica e a sua melhoria, não são alcançadas pela recusa de tratamento a doentes.

– Doentes aos quais foi recusado tratamento ao qual tinham direito não estão em segurança.

Dedicado ao blog “Dadospessoais.net”

Pode ser que percebam que as coisas estão a começar a ser algo mais que simplesmente noticiar bases de dados a aparecerem vaporosas e incandescentes…

Pelo menos é a minha esperança: que percebam.

Anúncios

Written by dissidentex

13/12/2008 às 9:34

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: