DISSIDENTE-X

FAZER DESPORTO É SER MODERNO

Jornal de notícias, 06 de Setembro de 2009


selos olimpiadas 1936 - alemanha

Recordando os tempos em que tutelou a pasta do desporto, e lembrando a organização do Campeonato Europeu de futebol de 2004 – “foi o período que eu me lembro da minha vida em que vi mais felicidade no nosso país”, disse -, o líder socialista defendeu que Portugal deve

continuar a apostar na realização de grandes eventos, sem nunca falar em concreto da eventual organização conjunta do Mundial de futebol de 2018.

“A organização de grandes eventos desportivos internacionais é absolutamente fundamental para um país como Portugal, pois isso promove a prática desportiva, induz o investimento

em infra-estruturas desportivas e porque isso é o melhor contributo para a afirmação de Portugal do ponto de vista internacional”, disse.

A esse propósito, disse que “o facto de alguns verem com estranheza” que faça desporto, designadamente corrida, “não faz parte do Portugal moderno”.

Defendeu mesmo que o “o país precisa de atitude de um desportista, de quem parte para a sua prova seguro de si, confiante em si próprio, com a atitude própria de um desportista”…

Anúncios

Written by dissidentex

06/09/2009 às 16:20

%d bloggers like this: