DISSIDENTE-X

DÍViDA EXTERNA PORTUGUESA E OS MERCADOS

leave a comment »

Os mercados, essa entidade desconhecida que não foi eleita, exigiram que um país pequeno e cheio de traidores e vendidos em todos os lados, aplicasse um orçamento bizarro.

Um orçamento que significa a implementação da austeridade ( mas não para todos) e a implementação de cortes nas despesas (mas não para todos) para que os mercados finalmente se acalmem.

Apesar de os mercados serem uma entidade desconhecida que não foi eleita, parece que existe a necessidade de os acalmar.

Chá de camomila não funciona.

A diferença no spread da taxa de juro desses magníficos produtos financeiros que dão pelo nome de “Cds”  – credit default swaps” está a aumentar.

Ø

E a maquina de propaganda manifesta-se.

Agora começa a ser-nos explicado que os mercados  – essa entidade que é desconhecida e não foi eleita – estão desconfiados do orçamento e como tal não acreditam no seu cumprimento.

Ø

É uma explicação tão falsa como outra qualquer explicação que se possa inventar.

Ø

Para a semana, os mercados exigirão que se sacrifiquem cabras num altar.

Daqui a duas semanas terá que sacrificar-se uma virgem recém nascida.

E os vendidos aplaudirão com entusiasmo.

Especialmente os que querem chegar depressa ao poder.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: