DISSIDENTE-X

LU XIAOBO, PRÉMIO NOBEL ( (GEO) POLÍTICO) DA PAZ

leave a comment »

A atribuição do prémio Nobel da paz do ano de 2010 não foi uma coincidência.

A atribuição do prémio Nobel da paz é uma cerimónia que concentra as atenções mediáticas do mundo inteiro.

Atribuir o prémio Nobel da paz a um cidadão chinês, no actual contexto geopolítico e económico internacional é uma estratégia. Não um acaso.

O prémio foi atribuído pelo facto de os direitos humanos estarem em causa na China (verdade), mas não só.

Uma rede de activistas de direitos Humanos e ONG´s (organizações não governamentais) alimentou esta candidatura.

Estas ONG´S são controladas pelos Estados Unidos e tem servido fielmente a política externa americana e os seus interesses geopolíticos.

Ø

Ao atribuir-se a este homem o prémio Nobel da paz, por ser activista dos direitos humanos, escritor dissidente e vítima do regime repressivo chinês está-se a também a procurar almejar outra coisa: preparar o terreno (mediático e político) para apresentar a China como o “novo inimigo” do mundo.

Lu Xiaobo é apenas o idiota/oportunista útil que serve de meio para atingir o fim.

Os direitos Humanos que são violados em vários lugares (muito na China) são assim, postos de parte,  desvalorizados e “misturados” , sendo assim usados como arma de arremesso política, e sendo usados como manipulações de origem geopolítica, que nada tem a ver com  a verdadeira defesa dos direitos humanos.

Que deveria assentar em ser sempre feita sem estes interesses particulares geopolíticos por detrás…

Ø

Liu Xiaobo foi “promovido” a Nobel da paz porque existia genuíno interesse pelos seus problemas com o Estado repressivo Chinês e existia interesse em contribuir para ajudar a resolver os problemas da China, no que toca a violações de direitos humanos, ou porque isso serve a política externa dos EUA?

Ø

A posição dos verdadeiros e altruístas  activistas dos direitos humanos é assim contaminada, e descredibilizada, em qualquer parte do mundo em que se encontrem a trabalhar e a arriscar a vida.

Haverá sempre alguém que lhes mandará à cara este tipo de decisões e de “prémios” que tem interesses geopolíticos ocultos por detrás.

Ø

Lu Xiaobo tem amigos curiosos.

Foi presidente de uma organização de escritores (PEN),  na variante chinesa chamada Independent Chinese Center até 2007.

Actualmente tem um lugar no Conselho de administração.

O problema é que o PEN, a organização de escritores em que Lu Xiaobo está presente, não é uma organização de escritores que se decidiram juntar como se fossem uma tertúlia literária, visando defender a liberdade de escrita ou de expressão, por si só,  um valor universal a defender.

Não é um conjunto aleatório de escritores cheio de boas intenções que se decidiram organizar para tal.

Faz parte do conjunto de ONG´s apoiadas e financiadas pelos Estados Unidos.

Essas organizações influenciam e servem como instrumento para conseguirem determinados objectivos políticos dos que as patrocinam.

Ø

O PEN declara-se como sendo a mais antiga organização de defesa dos direitos humanos… (uma tentativa de definir a organização como sendo a verdadeira e legítima…)

Foi criada nos anos 20 do século 20 por H.G. Wells e G.B.Shaw (entre outros).

Só por acaso eram – à época – dois dos mais importantes estrategas geopolíticos do Império britânico.

Ø

Nos dias de hoje, o PEN é apoiado financeiramente por fundações e empresas americanas e europeias, entre as quais as Bloomberg e o ministério norueguês dos negócios estrangeiros.

Entre as suas declarações de intenções está a “criação de uma “cultura mundial”, seja lá o que isso for ou significar… ou seja lá isso uma tentativa de criar um padrão de escrita mundial… organizado segundo os cânones do modelo mental e económico dos E.U.A.

O PEN faz parte de uma rede maior chamada IFEX.

Um dos membros da IFEX ( International Freedom of Express exchange) é a organização Freedom House, um Think Thank financiado pelo Departamento de Estado norte americano.

O NED – National Endowment for Democracy também.

Esta rede tem perto de 90 ONG´s, todas afirmando estarem a defender ” o direito à liberdade de expressão”. Seja lá o que isso significar, no contexto mundial actual…

Os termos em que esse direito é ou não defendido, são outro assunto, que a IFEX não esclarece… verdadeiramente…

Ø

A Freedom house foi criada em 1941, visando (primeiro) promover a entrada dos EUA na segunda guerra mundial, e subsequentemente(depois) ajudar a desenvolver propaganda anti comunista.

Tem estreitas ligações com a CIA e um dos seus anteriores presidentes  directores foi James Wolsey, que foi director da CIA.

Não é uma organização “neutra”.

A Freedom House desempenhou “papeis” nas recentes actividades revolucionárias nos mais variados países do mundo, desde a Ucrânia até ao Tibete.

Anúncios

Written by dissidentex

13/11/2010 às 11:48

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: