DISSIDENTE-X

Archive for Setembro 2011

DÍVIDA PÚBLICA PORTUGUESA: OS ÊXITOS?! DESTE GOVERNO

Portugal não pagava tão caro por dívida desde mês do pedido de resgate.

A taxa média ponderada na dívida a seis meses foi a segunda mais elevada dos 15 leilões realizados desde o pedido de resgate.

O Estado português angariou hoje 1.250 milhões de euros num duplo leilão de dívida a três e seis meses. O valor colocado coincide com o montante máximo previsto (1.250 milhões de euros). No mínimo, Portugal pretendia vender 750 milhões de euros.

Ø

Ø

Notícia da comunicação social, dia 21 de setembro de 2011.

Ø

“O Tesouro português financiou-se em 1.250 milhões de euros através da emissão a curto prazo. Estado aceitou pagar mais de 5% pela primeira vez desde o início do programa de assistência financeira.”

Ø

Notícia da comunicação social, dia 21 de setembro de 2011.

Ø

O magnifico governo português ( a expressão” magnifico” é apenas uma ironia) está a pedir dinheiro emprestado (tal como o anterior governo o fazia) e as taxas pelo qual pede dinheiro sobem apesar das tretas retórico-propagandistas que o magnifico actual governo despeja na sempre amiga comunicação social.

E as taxas sobem tal qual acontecia, ao primeiro sinal de dificuldades, com o anterior governo.

Written by dissidentex

22/09/2011 at 19:01

A DÍVIDA DA MADEIRA E O QUE PENSA CAVACO SILVA SOBRE A DÍVIDA

Na semana que começou a 19 de setembro de 2011, um dos aspectos mais marcantes que chamou a atenção de todas as pessoas em Portugal foi a “descoberta”/chamada de atenção publicamente feita  pelo Tribunal de contas e pelo INE de dívidas colossais na Ilha da Madeira e ocultação das mesmas por parte do Governo regional.

Ø

Declarações sobre o assunto por parte do senhor que é Presidente da republicana não existiram.

O senhor que é presidente da República decide ir visitar os açores.

Ø

Visita aos Açores

Cavaco regressa à Graciosa e troca impressões sobre sorriso das vacas e poda das anonas”

Ø

Notícia da comunicação social, dia 21 de setembro de 2011.

Ø

 

AS DÍVIDAS DA MADEIRA – OS MONTANTES DA FESTA ( até ao momento…)

* “O Tribunal de Contas está a investigar um novo buraco de 220 milhões de euros nas contas da Madeira. Esse é o montante de um recente empréstimo contraído pela Empresa de Electricidade que o governo de Alberto João Jardim desviou para pagar despesas de funcionamento.”

Ø

Notícia da comunicação social, dia 20 de setembro de 2011

Ø

A confirmar-se o desvio de 220 milhões de euros de uma empresa pública regional para despesas correntes – depois de o INE e Banco anunciarem uma “dívida oculta” de 1113,3 milhões e de a troika ter apurado uma derrapagem de 568 milhões – eleva-se a um total de 1891,3 milhões o “buraco” da Madeira, não incluindo o montante de dívidas não facturadas também por apurar. Corresponde a 115,3% do orçamento madeirense para o ano de 2011 (1632 milhões) e a 35,8% do PIB regional (5280 milhões).

Ø

Notícia da comunicação social, dia 20 de setembro de 2011.

Ø

* Capa do jornal Público do dia 13 de setembro de 2011

A DÍVIDA DA MADEIRA E O BOM EXEMPLO SEGUNDO CAVACO SILVA

Cavaco traça rasgados elogios a Alberto João Jardim

O presidente da República, Cavaco Silva, terminou esta noite a visita à Madeira com rasgados elogios a Alberto João Jardim, considerando que o presidente do governo regional é «uma referência incontornável».

Ø

Cavaco Silva, declarações à comunicação social, dia 20 de abril de 2008.

Ø

Ø

Cavaco e PGR conheciam “dívidas ocultas” na Madeira

Cavaco Silva mostrou-se então muito preocupado com o endividamento da região, confirmam ao PÚBLICO deputados madeirenses que integraram as delegações nacionais.

A “grave” omissão de dívidas, que a Procuradoria-Geral da República vai mandar analisar, era também do conhecimento dos representantes do Ministério Público junto da secção regional do Tribunal de Contas (TC) da Madeira. Estes magistrados, designados para o efeito pelo procurador-geral da República, participam nos plenários que aprovaram os relatórios de autorias e os pareceres à conta da região, tendo assinado inclusive os documentos em que aquela instituição, desde que deixou de julgar para emitir parecer sobre conta, denuncia tais infracções financeiras e aponta a respectiva sanção.

Desde pelo menos 1990 que o governo madeirense esconde dívidas. Na apreciação à conta relativa àquele ano, o TC detectou um “défice oculto” de 4,6 milhões de contos (23 milhões de euros).

Ø

Notícia da comunicação social, dia 19 de setembro de 2011.

Ø

A DíVIDA DA MADEIRA E O BOM EXEMPLO PARA O PAÍS

A líder social-democrata, Manuela Ferreira Leite, afirmou hoje, no Funchal, que a Madeira é exemplo de um “bastião inamovível” e de “um bom governo do PSD”.

Ø

Manuela Ferreira Leite, declarações à comunicação social, dia 7 de setembro de 2009.

Ø

Ø

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, remeteu para o PSD-Madeira e o eleitorado regional o desafio hoje lançado por António José Seguro para que Pedro Passos Coelho retire a confiança política a Alberto João Jardim, devido à situação das contas na Madeira.

Ø

Pedro passos Coelho, inacreditáveis declarações à comunicação social, sobre uma fraude contabilística-criminal transformada em problema político…porque lhe convém sacudir a agua do capote…

Ø

O JORNAL “A BOLA”, COMO EXEMPLO DA PROPAGANDA DAS VITÓRIAS MORAIS DA TRETA

Quando o jornal “BOLA” era um jornal a sério, feito por jornalistas a sério, que percebiam mesmo de futebol, nunca uma capa como esta seria feita.

Mas isso acontecia quando este jornal era um jornal à sério.

Nos dias de hoje, existe apenas a falta de talento.

E existe apenas a vontade de gozar com os leitores do jornal, feita por quem faz o jornal.

Personagens que já estão a  “borrifar-se” para quem lê o jornal e quem o compra.

Ø

Com efeito, para o jornal a Bola, entramos na categoria “vitórias morais de Portugal”…

Não deixa de ser triste observar  um jornal  – que já foi uma coisa de jeito – entrar pelos caminhos da propaganda rasca e do pretenso “elevar do espirito positivo dos portugueses” com a exaltação de pseudo vitórias desportivas de grande importância.

Ø

As “vitórias categóricas”de Braga e Sporting foram obtidas contra o Birmingham City – que está estacionado na segunda divisão inglesa a meio da tabela – e contra o Fc Zurique, que está no lugar 7 ( num campeonato de 10 equipas da suíça, esse país notoriamente conhecido por fabricar bons futebolistas e maus relógios).

O Birmingham City e o Fc Zurique não são equipas constituídas por padeiros e canalizadores que se juntam ao fim de semana para jogar à bola, mas também não são colossos do futebol europeu, longe disso.

Portugal manda na Europa, em quê?

Isto parece uma capa de propaganda feita num qualquer país totalitário ou numa República das bananas sul americana.

Ou ambas.

CAVACO SILVA E OS SACRIFÍCIOS IMPOSTOS AOS PORTUGUESES

ANTES DO DIA 5 DE JUNHO DE 2011

Ø

Há limites para os sacrifícios que se podem exigir ao comum dos cidadãos.”

Ø

Cavaco Silva, declarações à comunicação social,  dia 9 de março de 2011.

Ø

DEPOIS DO DIA 5 DE JUNHO DE 2011

Ø

“ninguém está imune” aos sacrifícios que são pedidos a Portugal,…”

Ø

Cavaco Silva, declarações à comunicação social, dia 16 de setembro  de 2011

Ø

Decorreram 6 meses e 7 dias entre as duas declarações.