DISSIDENTE-X

FECHO DE MATERNIDADES PELO PSD E PELO MINISTRO PAULO MACEDO

Ø

Maternidades com menos de 1500 partos por ano vão fechar

Ministro da Saúde admitiu o encerramento e a fusão das maternidades que registam menos de 1500 partos por ano.

(…)

“As maternidades que tiverem menos de 1500 partos por ano, de acordo com os indicadores da organização Mundial de Saúde, não deveriam estar a funcionar”, sublinhou Paulo Macedo.

Ø

Notícia da comunicação social, feita pelo próprio, dia 9 de Novembro de 2011.

Ø

Nota:  a espantosa demagogia do senhor que é ministro da saúde quando invoca a OMS para justificar o fecho com o número mágico 1500.

Nota: porque não faz o mesmo em relação ao rácio “médicos por cada mil habitantes” que é um rácio que a OMS também define e que em Portugal é claramente não cumprido?

Nota: a OMS serve para justificar alguns problemas, para outros problemas já não serve.

Ø

Grávidas da Guarda mostraram-se esta quarta-feira preocupadas com a possibilidade de a maternidade local, que funciona no Hospital Sousa Martins (HSM), poder encerrar por ter menos de 1.500 partos por ano, noticia a agência Lusa.

Algumas grávidas que estão a ser acompanhadas no serviço de obstetrícia do HSM disseram esta quarta-feira à agência Lusa que encaram esse cenário com «preocupação» e «com muita apreensão».

Ø

Notícia da comunicação social, dia 9 de Novembro de 2011.

Ø

O caixeiro viajante do ministro precede-o. Como um mercador das más notícias apresentadas antes da chegada do amo.

Ø

Ø

Imagem: Jornal Público de 8 de Novembro de 2011

Ø

1

Vamos fechar no público” porque é muito caro e a OMS não gosta”

2

Após fechar no Público, vamos abrir caminho a privados.

3

Sobre o actual estado dos privados e a sua eventual incapacidade para cumprir as regras bem como ao facto de o numero de cesarianas ser neles elevado, nada se diz.

4

As maternidades irão afinal fechar por razoes de qualidade ou por razoes financeiras?

5

As maternidades privadas que façam cesarianas sem qualidade continuam em funcionamento?

6

Continuam em funcionamento mesmo excedendo largamente os 20% recomendados?

7

Quem não estiver perto de uma maternidade, que se arranje. Se existirem complicaçôes para a criança ou a mâe o problema é deles.

E esta a nova filosofia do senhor ministro da saúde.

Esta é a nova (velha)  filosofia do PSD.

Ø

%d bloggers like this: