DISSIDENTE-X

PEDRO PASSOS COELHO, CARLOS MOEDAS, O PSD, E OS ÊXITOS DESTE GOVERNO NO COMBATE AS AGÊNCIAS DE RATING

Ø

A agência de notação financeira Fitch baixou hoje a classificação atribuída a Portugal de BBB- para BB+, devido às expectativas de crescimento económicas negativas para os próximos anos.

(…) Depois de baixar o rating, a Fitch mantém ainda assim uma tendência negativa, o que significa que, no futuro, poderão realizar outros cortes ao rating português. Todas as outras agências também têm uma tendência negativa para a classificação atribuída a Portugal

Ø

Notícia da comunicação social, dia 24 de Novembro de 2011

Ø

O PSD não tem dúvidas de que o rating de Portugal voltará a subir com as medidas tomadas pelo próximo Governo de Portugal. Foi a reacção do dirigente do gabinete de estudos social-democrata ao corte de dois níveis anunciado esta quinta-feira pela agência Fitch, depois de o PEC ter sido chumbado no Parlamento e de o primeiro-ministro se ter demitido.

Ø

Carlos Moedas, secretário de estado das propaganda económica estúpida e mal feita finanças ou qualquer outra coisa que o que interessava era arranjar um lugarzinho…, notícia da comunicação social, dia 24 de março de 2011.

Ø

( … )*A Fitch deixa alguns elogios à estratatégia seguida pelo Governo e pela troika. Diz que as reformas estruturais que serão feita deixam o país numa posição mais competitiva, mas apenas no longo prazo.**

Ø

* Os “negócios” baseados em vigarices pseudo técnicas são feitos assim: corta-se a notação financeira à divida portuguesa, argumentando problemas e ao mesmo tempo elogia-se as medidas que criam esses mesmos problemas.

Entre isto e a astrologia, até os astrólogos e cartomantes são mais fiáveis.

Ø

** “A longo prazo, todos estaremos mortos”. – Jonh Maynard Keynes

Ø

 

%d bloggers like this: