DISSIDENTE-X

BALANÇO FINAL DA OPERAÇÂO DE NATAL 2011-2012 – AS DECLARAÇÔES ABSURDAS DE UM RESPONSÁVEL DA POLÍCIA

Ø

Ø

“…Portanto, da nossa parte, de facto, com a consciência tranquila, apenas constatamos que efectivamente, os cidadãos e infelizmente aqueles que faleceram, não cooperaram, não quiseram manter-se vivos. É a única situação que realmente nós temos….”

Ø

RTP , Programa “Bom dia, Portugal”, dia 27 de dezembro de 2011.

Ø

Esta pessoa deveria ser demitida do cargo que ocupa.

Não faz parte das funções deste cargo emitir  juízos de valor pseudo moralistas sobre acidentes de viação atribuindo a culpa aos acidentados, mencionando hipotéticos “desejos de morte” dos mesmos…

– Partir do principio que as pessoas que tiveram acidentes apenas o fizeram porque ” decidiram não cooperar, não quiseram manter-se vivos”, apenas para chatear a polícia e dar-lhes trabalho é de uma arrogância e de uma insensibilidade completa. Quem viaja no lugar ao lado do condutor ou atrás não quis cooperar nem quis manter-se vivo? E crianças? Também caem nesta classificação?

– Se o senhor oficial de polícia tiver a infelicidade pessoal de ter cancro verificaremos que a culpa é dele; uma vez que decidiu “não cooperar, não quis manter-se vivo” apenas para chatear os médicos e dar-lhes trabalho…

Written by dissidentex

27/12/2011 às 10:44

%d bloggers like this: