DISSIDENTE-X

CAVACO SILVA, UM PRESIDENTE SEM CLASSE E QUE FOGE DE IR A ESCOLAS…

Ø

No ano de 2010 e no ano de 2011 este senhor incitava alunos a manifestarem-se contra a política de educação do governo do senhor José Sócrates.

Ø

Manifestações são sinal de vitalidade da sociedade civil“, afirmou o candidato.

Depois das manifestações de jovens dos colégios privados a marcar o passo de Cavaco Silva em cada paragem de rua, a educação entrou finalmente no discurso oficial do candidato, que os incentivou a demonstrar-se.

“Considero importante que crianças, jovens, pais e professores venham para a rua para defender a sua escola. É um sinal de vitalidade da nossa sociedade civil”, disse Cavaco Silva em Aveiro, no jantar comício de hoje.

À sua chegada ao pavilhão de exposição, tinha à sua espera a que já é considerada a maior manifestação de “jovens SOS” desde que iniciou a campanha.

Na sua intervenção, Cavaco disse “sentir tristeza” por verificar que há “conflitos na área da educação” que – afirmou – deve ser um “desígnio nacional. “Farei tudo o que estiver ao meu alcance para favorecer o espírito de diálogo e de concertação em tudo o que disser respeito à educação”, concluiu.

Ø

Notícia da comunicação social, dia 17 de Janeiro de 2011

Ø

O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, afirmou-se este sábado como o “provedor do povo”, garantindo que recebe mensalmente mais de três mil cartas em que os portugueses lhe dão conta das suas incertezas, angústias e ambições.

Ø

Notícia da comunicação social, dia 21 de Janeiro de 2011

Ø

O Provedor do Povo demitiu-se.

Ø

O presidente da República cancelou a visita à Escola Secundária Artística António Arroio, em Lisboa, por alegada falta de segurança no local, marcado por um protesto dos estudantes. Fonte da presidência diz que cancelamento se deveu a “um impedimento”

Ø

Notícia da comunicação social, relatando o acto de bravura retirada estratégica do Presidente da República, dia 16 de Fevereiro de 2012

%d bloggers like this: