DISSIDENTE-X

PROFESSORES

Ø

A cultura dos professores (Cultura cívica, social, política e económica ) enquanto classe de enorme importância e à qual a restante população dava importância, começou a ser degradada em meados nos anos 80.

Os próprios trabalharam para isso.

Nessa altura, e posteriormente, os professores, enquanto classe profissional, apenas se preocupavam com promoções, carreiras e remunerações, sempre mais altas… sempre a subir…

Ø

Em 2012, chegamos à época da sodomização linear da classe docente desenvolvida por um matemático que mal saiu das árvores.

Conjuntamente com o bando de rufiões a quem foi deixado corromper isto ainda mais do que já estava; vai promover um despedimento colectivo de mais de 20 mil professores.

Perante tal sodomização linear da classe docente…  ninguém pia.

Ø

Perante coisas menos piores, oriundas do anterior governo, o histerismo hipócrita e falso da classe manifestou-se em decibéis e manifestações.

Basicamente apenas merecem que se diga: vão-se foder.

Ø

Como classe profissional , sem princípios e sem ética, que se deixou corromper… *

calam-se.

Para não lhes tocar a eles, (a sodomização linear), mas sim ao do lado.

Típico.

É o espelho actual “da classe” em todo o seu esplendor.

Ø

Pactuam com a instauração da corrupção social e política em nome do economicismo e da religião política totalitária que se chama neoliberalismo.

 

Pactuam com a instauração da discriminação.

Ø

No mercado do totalitarismo uma classe vira de lado por omissão.

* Há excepções (poucas) a esta opinião.

%d bloggers like this: