DISSIDENTE-X

PEDRO PASSOS COELHO E O PSD ODEIAM OS PORTUGUESES (O CDS e o PSD tem que sair)

Ø

Ø

O governo português acaba de anunciar um aumento de imposto de renda de 3,4 por cento aplicável ao sector privado, ao sector público e aos pensionistas. Esta é a resposta às manifestações maciças nas últimas semanas, quando uma décima parte da população disse de viva voz BASTA! Como de costume, o governo não está interessado.

Eis mais um exemplo da incompetência do governo de Portugal, uma coligação entre dois dos três partidos (PSD, Partido Social Democrata e CDS/PP, democratas-cristãos, conservadores; o outro é o PS, socialistas, em nome) que geriram Portugal tão habilmente desde 1974 que o país agora é governado por estrangeiros que implementam políticas através de chantagem.

([…]

o país agora é governado por estrangeiros que implementam políticas através de chantagem. […] Mais uma vez, os que governam os portugueses se vendem aos caprichos de estrangeiros, chutando seu povo nos dentes e quando eles se queixam, ainda urinam por cima deles do seu pedestal em uma atitude de teimosia, arrogância e prepotência. […]

Os activos de Portugal pertencem aos cidadãos portugueses, e não a um punhado de meninos mimados assentes em posições de poder, não são para vender ou dar a estrangeiros. Se vocês são incompetentes para protegê-los, então façam favor e saiam do lugar. Se vocês destruiram o país intencionalmente, e meteram o dinheiro dos cidadãos nos bolsos, então vocês são uns traidores de merda;

[…] Vocês pensam seriamente que os salários e as pensões miseráveis ​que ​seu povo ganha podem resistir um aumento de um por cento em sobretaxas fiscais? Algum de vocês já pegou numa pá na mão e teve que ganhar a vida a partir de uma faixa de terra e meia dúzia de galinhas? […] Por quê é que vocês se recusam a falar com o seu povo em vez de andar de mãos dadas com os que meteram Portugal no poço em Bruxelas, aqueles que pagaram aos agricultores para não produzir, aqueles que deram as águas portuguesas aos espanhóis, aqueles que deram a industria portuguesa à Alemanha, aqueles que negoceiam o espaço aéreo português, que mandaram as frotas pesqueiras se afundarem, aqueles que destruiram os futuros dos jovens portugueses? […] Com “ministros” como estes dirigindo o país, quem precisa de ir ao circo no Natal (se ainda o Natal em Portugal não for cancelado por decreto)?
Em fim, o quê esperar de uma meia-tigela de dementes simplórios que têm a mania que o sol brilha dos seus traseiros, que não sabem absolutamente nada sobre nada, nunca fizeram um dia de trabalho nas suas miseraveis vidas, e que ainda por cima têm a audácia de chamar aos portugueses “piegas”, “ignorantes”, ou preguiçosos”?)

Ø

Artigo de opinião, “Portugal: Desrespeito, teimosia, arrogância e prepotência” … dia 5 de Outubro de 2012

Ø

%d bloggers like this: