DISSIDENTE-X

UM GOVERNO DE PSICOPATAS QUE GANHARAM CONTROLO E TEM DE SER DESALOJADOS RAPIDAMENTE E DEPRESSA

Ø

Claramente, negociar com um governo de psicopatas ou com psicopatas ligados ao governo de psicopatas, constitui uma forma de legitimizar os  psicopatas.

E os amigos dos psicopatas.

Pior.

Tal faz com que os psicopatas e os amigos dos psicopatas ganhem uma posição de vantagem sobre o resto da sociedade.

Isso dá-lhes aceitação social.

E por serem socialmente aceites, acham mesmo que isso lhes dá autorização para dizerem (impor) aos restantes como as coisas devem ser. (Atribuirem aos restantes o prejuízo das políticas defendidas pelos psicopatas).

Ø

Há quem pense que apaziguar os psicopatas que chegam a um governo de psicopatas é algo que funciona.

Não funciona.

Os psicopatas, especialmente os que chegam ao governo de psicopatas; não tem consciência nem moral.

Nda tem.

Os que os ajudam e os que os ajudaram no passado, conscientes de o estarem a fazer, também não tem consciência nem moral.

Devem ser ostracizados e isolados e deve-se lidar com eles dessa forma. (entre outras)

Ø

Há quem pense que manifestar-se, apenas e só manifestar-se contra o governo de psicopatas chega.

Lamentavelmente, toda a energia gasta por pacíficos ou menos pacíficos protestantes é desperdicio de energia, para obter nada.

Os psicopatas só entendem força.

Só tem medo de força.

Ø

A actual pseudo oposição ao governo de psicopatas é estranha e inquietante.

A actual pseudo oposição ao governo de psicopatas “ama o seu inimigo”.

Acha mesmo que ele é reformável, capaz de ouvir a “voz da razão” e capaz de “ouvir” o que a pseudo oposição lhe diz.

Obviamente como o inimigo psicopata é “incapaz de amar”, de ouvir ou do que quer que seja, da parte de quem se lhe opõe; logo apenas entende uma coisa: destruir quem se lhe opõe e quem com ele dialoga.

Ø

E assim estamos rodeados de apaziguadores, alguns são oportunistas e os restantes quase todos ingênuos.

São “os que esperam apaziguar o governo de psicopatas”, esperando ingenuamente e/ou oportunisticamente que o governo de psicopatas os escolha para serem os ultimos da lista a serem destruidos.

Ø

Mas isto é simples.

No governo de psicopatas, há efectivamente psicopatas.

É isso que eles são!

Enquanto as pessoas comuns não perceberem que estes psicopatas ganharam controlo e gostam de infligir dor ao resto da populaçao, apenas pelo prazer que retiram disso mesmo; não existirá solução.

Ø

É fundamentalmente uma questão mental, o problema de quem se opõe aos psicopatas e ao governo de psicopatas.

Perceber que são psicopatas e não lhes conceder qualquer oportunidade ou deferência ou respeito ou importância.

As ideias psicopatas que defendem tem que ser destruidas.

Não entender isto é caminhar para o desastre.

Written by dissidentex

08/02/2013 às 12:39

Publicado em PSICOPATAS

Tagged with

%d bloggers like this: