DISSIDENTE-X

Archive for the ‘ANTÓNIO JOSÉ SEGURO’ Category

PEDRO PASSOS COELHO E ANTÓNIO JOSÉ SEGURO: DOIS IDIOTAS A DISCUTIREM O AUMENTO DO SALÁRIO MÍNIMO NO DEBATE QUINZENAL DE DIA 7 DE MARÇO DE 2013

Ø

PEDRO PASSOS COELHO - ANTONIO JOSE SEGURO - DOIS IDIOTAS

Ø

No arroto verbal de dia 7 demarço de 2013, também conhecido por debate quinzenal na Assembleia da República, onde grande parte dos eleitos pela população evidenciam a sua enorme estupidez e ignorância acerca de qualquer assunto que se discuta no local, o líder da oposição?!?!? designado por sorteio ou lá o que foi aquilo que o elegeu, fez uma proposta sobre a austeridade e o salário mínimo.

Iria combater a austeridade com o aumento do salário mínimo. (Esqueceu-se de dizer como o faria…)

Ø

A coisa que é primeiro ministro decidiu responder demonstrando que está determinado em continuar a gozar os portugueses.

Respondeu ao líder da oposição?!?!? designado por sorteio ou lá o que foi aquilo que o elegeu que:

 – aumentar o salário mínimo aumenta o desemprego e diminuir o salário mínimo aumenta o desemprego.

Podemos também acrescentar que manter tudo como está ou seja, manter  o salário mínimo no valor actual, tambem aumenta o desemprego.

Se chover ou fizer sol, tambem aumenta o desemprego.

Se chover ou fizer sol nao aumenta o desemprego.

1X2

Tambem podemos dizer que o contrário de estar vivo é estar  morto.

Ø

MAPA DO SALARIO MINIMO - EUROSTAT JANEIRO DE 2013

Mapa do salário minimo na Europa, dados Eurostat AQUI

Written by dissidentex

07/03/2013 at 20:54

ANTÓNIO JOSÉ SEGURO E O PS TOMAM UMA POSIÇÂO DE FORÇA

Ø

Paralisação de 24 de Novembro
PS abstém-se da greve e clama pela concertação

“O PS não toma posição sobre a greve geral” da próxima quinta-feira e, “enquanto partido político, não participa” nela, disse ontem ao DN Miguel Laranjeiro, dirigente socialista responsável pelos assuntos sociais e laborais.

Ø

Notícia da comunicação social, dia 20 de Novembro de 2011

Ø

Masturbação:  cinco contra um, que participam mas não entram.

(Definição não presente em dicionários)

Ø

ANTÓNIO JOSÉ SEGURO TORNA-SE VIOLENTO E AGRESSIVO

Ø

Ø

O secretário-geral do PS, António José Seguro, defendeu hoje que nem os representantes da troika nem o Governo têm legitimidade democrática para reduzir salários ou para rever as tabelas salariais da função pública em Portugal.”

Ø

Nota:  isto é “violento”.

Ø

E também quero dizer, com a mesma frontalidade, que o Governo português não tem legitimidade democrática nem eleitoral para fazer, passado cinco meses de eleições, uma proposta desta natureza, seja por via da redução, seja por via da revisão das tabelas salariais na função pública”, acrescentou Seguro, avisando que “o PS estará contra esta estratégia de empobrecimento e de redução de salários”.

Ø

Notícia violenta da comunicação social, dia 20 de Novembro de 2011

Ø

Nota:  isto é violento (especialmente para quem lê as declarações deste senhor…), concretamente  pelo pormenor de falar em 5 meses… se fossem dois anos já teriam legitimidade para o fazer?

Também é delicioso o uso da palavra ” frontalidade” na boca de um político…especialmente um como este…

Ø

Perante a violência de António José seguro o governo português já tinha respondido.

Ø

” O risco de tumultos em Portugal, à semelhança dos que ocorreram na Grécia, foi admitido pelo primeiro-ministro logo no princípio de Setembro, na rentrée do PSD realizada na Universidade de Verão, em Castelo de Vide.”

Ø

Notícia ordeira da comunicação social, dia 14 de Novembro de 2011

ANTÓNIO JOSÉ SEGURO – UM POLÍTICO COM ” KILLER INSTINCT”

Ø

“…António José Seguro garante “abstenção violenta, mas construtiva…”

Ø

Notícia violenta da comunicação social, dia 6 de Novembro de 2011

Ø