DISSIDENTE-X

Archive for the ‘DISCURSO ” AMANHÂS QUE CANTAM”’ Category

PEDRO PASSOS COELHO,O PSD E AS SUAS PÁGINAS DE PROPAGANDA QUE DESAPARECEM; OU APENAS ESTALINISMO LARVAR DE DIREITA (O PSD e o CDS tem que ir embora)

EM 2010, o grande conducatore, Pedro Passos Coelho e o grupo de meninos mimados que o acessorizam, desprovidos de patriotismo e de qualquer experiência de vida real; aconselharam este vácuo sob a forma de pessoa a ” mostrar a sua visão ” na Internet.

Seriam vídeos e textos onde o grande conducatore falaria das pontes a construir em direcção a Nova Iorque,  dos rios de prosperidade em direcção aos bolsos das empresas e empresários e de mais maravilhas que aí viriam.

Ø

Ø

Ø

Notícia da comunicação social,dia 18 de Janeiro de 2010

Ø

Actualmente

quando  se escreve  ” www.passocoelho-mudar.com

o que se obtém é isto:

O PSD E ÁLVARO SANTOS PEREIRA: AS MINAS DE MONCORVO USADAS COMO MENTIRA EM CAMPANHA ELEITORAL

Ø

No dia 21 de Outubro de 2011, Álvaro santos Pereira falou de investimentos.

“seria o maior investimento feito em Portugal”

Ø

Os australianos da Rio Tinto, a maior empresa de minas do mundo, querem investir cerca de mil milhões de euros na exploração de ferro em Portugal.

Álvaro Santos Pereira já tinha anunciado a 27 de Setembro na RTP que existia uma multinacional que pretendia fazer um grande investimento em Portugal, escusando-se na altura a avançar com detalhes.

Notícia da comunicação social, dia 21 de Outubro de 2011

Ø

Parte da capa do Jornal Sol, dia 21 de Outubro de 2011, relacionado com investimentos gigantes imaginários

Ø

Ø

Ø

Foi no dia 21 de outubro de 2011 que o país acordou quase em alvoroço. Um alvoroço positivo, com a notícia de um megainvestimento de mil milhões de euros, por parte da Rio Tinto, na exploração de minério de ferro naquele concelho do sul do distrito de Bragança. Mas, como diz o ditado, “quando a esmola é muita, o pobre desconfia” e, na altura, foram muitos os que vestiram a pele de santo.

Ø

Notícia da comunicação social, sobre minas e investimentos imaginários e imaginados pelo coisa da economia, dia 12 de março de 2012

Ø

O PSD E PEDRO PASSOS COELHO: 2012 SERÁ UM ANO DE VIRAGEM (andando 10 anos para trás, por enquanto…)

Ø

2012 será de “viragem”, garante Passos Coelho
O primeiro-ministro, Passos Coelho, defendeu hoje que 2012 será “inequivocamente um tempo viragem”, em que o défice estrutural baixará “significativamente”, mantendo a previsão desse défice em 2,5 por cento do PIB.

Ø

Declarações absurdas do capataz encarregado pelos mercados de destruir o que resta disto,  comunicação social, dia  20 de Janeiro de 2012

Ø

Deve notar-se que este gráfico é citado a partir do The economist, que, como toda a gente sabe,  é um perigoso jornal comunista…

Fonte

ALVÁRO SANTOS PEREIRA E OS TRANSPORTES PÚBLICOS: A INCOMPETÊNCIA ABSOLUTA

Ø

Em maio de 2011, o cidadão Álvaro Santos Pereira notificava a pátria e os portugueses dos problemas financeiros das empresas de transportes públicas.

Ninguém lhe pediu, mas  foi fazer as contas e após complicados devaneios matemáticos chegou a conclusões. (Apesar da política não estar nos seus planos…)

Ø

Nos últimos anos, as empresas públicas têm vindo a aumentar o seu endividamento à razão de 3-3,5 mil milhões de euros por ano, o que tem feito crescer substancialmente as dívidas das empresas públicas em percentagem do PIB.  Actualmente, estas dívidas já ultrapassaram os 25% do PIB.

Ø

Pergaminhos e antigos sânscritos do cidadão Álvaro santos pereira, dia 1 de Abril de 2011

Ø

Notícia despojada de ambição e cheia de sentido de servir a pátria, fora da política, dia 17 de Junho de 2011.

Ø

Apesar de já ser ministro e após a política não estar nos seus planos, o sector dos transportes debaixo da tutela deste visionário incompreendido, evoluiu…

Ø

O endividamento das empresas públicas no final do ano ascendeu a 46 mil milhões de euros, ou seja, 27% do PIB.

Ø

Notícia da comunicação social,dia 20 de Fevereiro de 2012

O PSD, A CRISE E ÁLVARO SANTOS PEREIRA, UM MINISTRO QUE É APENAS UM PROVINCIANO INCOMPETENTE

Ø

O ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira, afirmou hoje que 2012 é o ano que irá certamente marcar o fim da crise, iniciando o caminho da retoma dos anos seguintes.

Ø

Declarações perfeitamente absurdas e incompetentes à comunicação social, dia 14 de Novembro de 2011.

Ø

Ministro da Economia corrige afirmação de «fim da crise»

Álvaro Santos Pereira corrigiu, esta tarde, a afirmação sobre o «fim da crise», reconhecendo que, em 2012, vai haver ainda mais desemprego e recessão.

«Eu não anunciei o fim da crise. O que eu disse foi que 2012, assim como os indicadores mostram, será o princípio do fim da crise», afirmou o ministro.

Ø

Declarações à comunicação social, na tarde do mesmo dia onde foram feitas as primeiras afirmações acima descritas, dia 14 de Novembro de 2011.

Ø

Entre isto e os discursos marxistas Leninistas dos amanhãs que cantam não existe diferença nenhuma.

Ø