DISSIDENTE-X

Archive for the ‘SELECÇÃO NACIONAL DE FUTEBOL’ Category

SELECÇÃO PORTUGUESA DE FUTEBOL – OS CAMPEÕES MUNDIAIS (EM TÍTULO) DAS VITÓRIAS MORAIS

Ø

Ø

A selecção dos tachos, dos “amigos”, dos dirigentes lapas e parasitas, que viajam à borla (à conta do erário público), a selecção das tretas retóricas que passa a vida a contar choradinhos e orientada pelos desígnios dos patrocinadores, do Presidente de um clube, e pelo empresário que controla metade da equipa, a selecção do ego egocêntrico matacão que dentro de campo raramente justifica PERDEU.

A SELECÇÃO DO CULTO DE PERSONALIDADE PERDEU E AINDA BEM QUE PERDEU.

AINDA BEM QUE ESTA SELECÇÃO PERDEU.

VÃO ENGANAR OUTROS COM TÁCTICAS PARA JOGAR PARA OS PENALTIES…

Ø

A selecção de alguns dos jogadores que foram a este campeonato, e que lutaram dentro de campo como se deve lutar, para ganharem dentro de campo, merecem ser elogiados. Só esses.

ESSA SELECÇÃO MERECE RESPEITO.

MAS ESSE É O CONCEITO DE SELECÇÃO QUE ESTÁ EM MINORIA…ESSE É O VERDADEIRO CONCEITO DO QUE DEVE SER UMA SELECÇÃO NACIONAL, MAS QUE NÃO É APLICADO E NUNCA FOI.

Ø

Agora já começou o discurso dos “somos pequeninos” mas “somos grandes”, agora já começou o discurso do “jogámos contra a Espanha que é campeã do mundo”, agora já começou o discurso de ” caímos com dignidade e fizemos um campeonato da Europa que é extraordinário”.

Agora os dirigentes e demais parasitas não aparecem a arrotar tretas.

Agora já começou o discurso da falta de sorte, do miserabilismo retórico, do Salazarismo pós moderno (os valores do pobre mas honrado que foi derrotado por adamastores…) como forma de desculpabilização.

O conformismo ridículo.

Nos últimos 20 anos tem sido essa a nota de uma selecção que nunca se prepara para ganhar coisa alguma, apenas se prepara para dar a ilusão que irá ganhar alguma coisa. (e assim continuar a servir propósitos e interesses particulares e a servir para enganar a população…)

Posers é a expressão inglesa que os caracteriza.

Agora a classe sabuja – jornalística que os adora, os bajula, os endeusa,  está triste; o tacho e as viagens para sítios semi exóticos terminam.

Agora a convivência com os “craques” e a oportunidade de lhes dar mais graxa e ser mais sabujo termina…

Ø

Esta é a “selecção” (e o país) que é perfeitamente exemplificada na imagem abaixo.

“O SÍMBOLO DA COISA”

O SÍTIO DOS DESENHOS

Ø

Declaração de interesses: o autor deste blog até gosta de futebol, mas já deu para o peditório chamado “selecção nacional”.

Advertisement

Written by dissidentex

27/06/2012 at 18:16

SELECÇÃO NACIONAL DE FUTEBOL – OS CAMPEÕES DA VAIDADE, DA SOBERBA E DA ARROGÂNCIA

Ø

Depois de terem obtido uma vitoriazinha contra uma equipa transparente a defender e inócua a atacar chamada Holanda, os soberbos heróis nacionais  (vaidosos, arrogantes e cheios de soberba e de mania)  incapazes de perceber o que é a gloria e a transcendência verdadeiras, exigiram vassalagem na comunicação social com um comportamento absolutamente parvo e desfasado da realidade.

Para acompanhar, surgem umas declarações perfeitamente tontas e disparatadas, relacionadas com hipotéticas perseguições que só existem na cabeça destes frívolos principescamente bem pagos, feitas pelo treinador deste bando de aleijados emocionais, bando esse que se está totalmente a borrifar para o país.

Nem sequer como táctica de Team Building e criação de espírito de corpo esta conversa e estes actos  destes vaidosos cheios de soberba se aproveita…

Falta tudo a estas pessoas.

Ø

O grupo de trabalho da Seleção Nacional decidiu não falar na passagem pela chamada zona mista, onde estavam os jornalistas presentes no Estádio Metalist, em Kharkiv. Não foi dada explicação oficial, mas percebeu-se tratar-se de uma medida em protesto pela forma com que foram tratados nos últimos tempos.

Ø

Demonstração de arrogância sob a forma de notícia da comunicação social, dia 18 de Junho de 2012

Ø

A criatura que supostamente comanda este grupo de vaidosos tenta representar José Mourinho, (isto é, uma cópia mal feita de José Mourinho).

O seleccionador nacional da Nike – Bes –  Jorge Mendes – Galp- Pinto da Costa, tentando demonstrar que está unido, uno e em estado Zen de sincronia com os arrogantes a quem tem dificuldade em dar ordens, veio falar dizendo que quem critica deveria atacar o treinador em vez dos vaidosos pomposos que encharcam a paciência dos mais santos com as suas demonstrações de vaidade e arrogância continuas.

Quando existir um treinador para atacar…

Ø

Deixem-nos em paz, critiquem o treinador. Mas isto vai continuar. A grande maioria estará com uma felicidade imensa, outros estarão tristes. Mas já estarão outra vez a afiar as facas e a comprar cachecóis da Rep. Checa para ver se nós saímos.

Ø

Demonstração de arrogância sob  a forma de notícia da comunicação social, dia 17 de Junho de 2012

Ø

Narcisismo descreve a característica de personalidade de paixão por si mesmo.

A palavra é derivada da Mitologia Grega. Narciso era um jovem e belo rapaz que rejeitou a ninfa Eco, que desesperadamente o desejava. Como punição, foi amaldiçoado de forma a apaixonar-se incontrolavelmente por sua própria imagem refletida na água. Incapaz de levar a termos sua paixão, Narciso suicidou-se por afogamento.

Wikipedia

Ø

Mas quem é que estas pessoas julgam que são para estarem a fazer Blackouts  e para que o chefe deles venha queixar-se de falta de apoio e que são feitas criticas?

Já ganharam alguma coisa?

Deviam era ter respeito pelas pessoas que os apoiam  – QUE FAZEM O FAVOR E O SACRIFÍCIO DE OS APOIAR  – e deviam ter respeito pelo país.

Written by dissidentex

19/06/2012 at 11:17

SELECÇÃO NACIONAL DE FUTEBOL – A VAIDADE EM MOVIMENTO

Ø

Ø

Segunda imagem circula na Internet.

Written by dissidentex

13/06/2012 at 18:30

SELECÇÃO NACIONAL DE PORTUGAL – COM IMENSA FEROCIDADE DÁ NOS CORNOS DA ALEMANHA

Os aleijados emocionais a necessitar de carinho, também conhecidos como selecção Nike nacional Bes Pinto da Costa de Portugal  Jorge Mendes destruíram no sábado, dia 9 de Junho de 2012, a selecção Merkel, impondo à Alemanha uma vitória desta sobre Portugal por 1-0.

O trauma causado nos alemães por mais esta vitória moral portuguesa foi indescritível.

Cenas de júbilo imenso e alegria verificaram-se em todas as ruas da Alemanha e em todos os sítios onde existiam alemães a ver o jogo

*

Uma dos maiores traumatizados por esta vitória moral de Portugal é Mário Gomez,  o avançado alemão que, pelo facto de só ter marcado uma vez, na única oportunidade que teve para o fazer, ficou de rastos.

Gomez terá concerteza que ir ao psicólogo para recuperar…

Quanto aos comentadores, analistas, experts, especialistas, lambe botas , parasitas que circulam à volta da selecção, cretinos, e demais criaturas que juram a todos os deuses que a preparação desta equipa é a correcta e foi bem feita aguardam-se explicações mais concretas que não  passem pelo:

“foi falta de sorte”

“Merecíamos ter ganho” ,

“foi azar,

“Jogamos bem mas tivemos azar”

“Jogámos bem mas falhámos na finalização”

“Somos uma das melhores equipas do mundo”

e outro tipo de coisas do mesmo estilo.

* Como se pode ver por esta capa ridícula do Jornal ” O trambolho” A bola do dia 9 de Junho de 2012.

Written by dissidentex

10/06/2012 at 15:02

SELECÇÃO NACIONAL DE PORTUGAL – “A SELECÇÃO QUE SE FODA! ESTOU DESEMPREGADO!!”

Ø

Ø

Alheios às imposições da Troika, os dirigentes federativos portugueses decidiram atingir desde já o topo… em gastos. A selecção portuguesa será aquela que mais vai desembolsar nos gastos com alojamento diário das suas estrelas: 33174 euros por noite. No extremo oposto está Espanha, campeã mundial que consegue o mais baixo preço por diária: 4700 euros.

(…)

Segundo um levantamento do jornal desportivo espanhol “As”, a Dinamarca, outra antiga campeã da prova, ficará em Kolobrzeg, e gastará 7700 euros, enquanto a Croácia, com sede em Warka, pagará 8300 euros por dia.

Do lado oposto, os mais esbanjadores serão Portugal, pagando 33174 euros por noite, ou seja, sete vezes mais que pagará Espanha, no hotel de Opalenica. Rússia pagará 30400 euros diários pela estadia no hotel de Varsóvia.

(…)

Lista completa:

1. Portugal Opalenica 33174 euros

2. Rússia, Varsóvia 30400 euros

3. Polonia, Varsóvia 24000 euros

4. Irlanda, Sopot 23000 euros

5. Alemanha, Gdansk 22500 euros

6. República Checa, Wroclaw 22200 euros

7. Inglaterra, Cracóvia 19000 euros

8. Holanda, Cracóvia 16200 euros

9. Itália, Wieliczka 10500 euros

10. Croácia, Warka 8300 euros

11. Dinamarca, Kolobrzeg 7700 euros

12. Espanha, Gniewino 4700 euros.

Ø

(1) foto que circula pela Internet( Facebook) (impossibilidade de saber se é uma montagem ou uma imagem real)

(2) Notícia da comunicação social, dia 4 de Janeiro de 2012.

Ø

Declaração de interesses:

Resta dizer que a selecção de aleijados emocionais, que passa a vida a requisitar carinho e apoio aos adeptos e que se prepara para uma competição internacional, sempre ocupada em intervalos para festas e recepções sociais, para leituras de apelos pungentes e frases declamatórias,  está completamente a leste de quaisquer problemas sociais e económicos que a população sinta.

Resta dizer que a selecção de egocêntricos que praticam a modalidade assessoria do culto de personalidade sempre que podem, não demonstra qualquer tipo de respeito pelos adeptos, apenas exige vassalagem e banhos de multidão; isto para que os egos sempre a necessitar de alimentar a tesão de  grupinhos de jogadores que nunca tem a mentalidade necessária para ganhar competições internacionais sejam satisfeitos.

Ø

Resta dizer que estas frases recusam glorificar a inveja social, ou o ressentimento pessoal. Ou tenham alguma relação directa e pessoal com a situação de quem faz este blog.

Ø

Apenas significam que o autor das mesmas está farto de um conjunto de jogadores de futebol que se intitulam “selecção nacional de futebol”, que recusa alcançar a glória; antes quer o ego inchado e a carteira recheada.

E este grupo de palonços com dinheiro está-se positivamente a borrifar para os problemas dos portugueses.

Em relação a este grupo de excursionistas as coisas são e significam muito mais do que ganhar jogos. É lamentável que os palonços não percebam.

Written by dissidentex

03/06/2012 at 19:44

GILBERTO MADAIL

leave a comment »

Written by dissidentex

18/09/2010 at 12:40

SELECÇÃO NACIONAL, SCOLARI E SAM, A AGUIA.

leave a comment »

Na série “Os Marretas/ The Muppet Show” existia um personagem delicioso que eu adorava, talvez mais ainda do que os outros todos – todos igualmente doidos – que era o personagem “Sam a águia”.

Sam, a águia era um insuportável moralista, um censor que estava sempre a tentar aplicar uma chancela de qualidade (a sua qualidade) ao que os outros personagens dos Marretas faziam.

Ficava sempre mal visto e era sempre sabotado pelos outros bonecos que gozavam imenso com ele. Nas primeiras séries, Sam, infelizmente, aparecia pouco, mas sempre que aparecia era uma verdadeira risada com as suas insuportáveis tentativas de censurar e moralizar as coisas mais idiotas que eram feitas no programa.

Uma vez, Sam obrigava o Sapo Cocas a inserir um momento moralista para as crianças e os adultos. Sam, a águia, iria explicar “as massas” numa edição especial, a fábula da cigarra e da formiga. Começava com um tom sempre moralista, vendo-se uma cigarra a tocar guitarra ( rock) e a divertir-se durante o verão. E a voz grave de Sam a águia, a censurar a cigarra. Depois via-se uma formiga a fazer um intenso esforço a carregar uma qualquer noz ou peça de comida excessivamente pesada para a formiga trabalhando arduamente e escutava-se a voz de Sam, paternalísticamente moralista a aplaudir a formiga que estava a amealhar para o Inverno.

E Sam dava aquilo como exemplo a seguir. Sempre com a sua voz grave e moralista.

Depois o cenário mudava e Sam, já a antecipar a sua vitória moral falava da vinda do inverno prometendo enormes dificuldades para a Cigarra que não amealhou nada durante o verão passando-o a tocar rock,e elogiando a formiga por ir conseguir resistir ao frio e ter comida. A cena muda e de repente quando Sam pergunta à cigarra o que é que ela vai agora fazer que o inverno chegou; surge um outro narrador a explicar que a Cigarra pegou no seu Ferrari descapotável vermelho e vai passar o inverno à Flórida, enquanto a formiga ficava por ali a apanhar uma pneumonia.

Isto enquanto Sam a águia balbuciava e estrebuchava dizendo” mas não é assim que a história é”, mas não é assim que deve ser contada a história”, isto evidentemente gerava um gozo imenso em quem via e punha a ridículo Sam, a águia, e o ar austero mais a voz grave.

E lembrei-me desta história à propósito da nossa querida selecção nacional e do exército de toupeiras e morcegos a voar de dia que, coitados, apoiaram tanto e tantas vezes os nossos “heróis”, os nossos “incríveis”, os nossos “estratosféricos” e estão agora de ressaca, após a droga que tomaram. Já os “incríveis” foram de férias até à próxima altura em que possam voltar a enganar o pessoal enquanto o resto das pessoas está a ressacar e faz o papel de formiga na história de Sam a águia.

A cigarra são os jogadores da selecção que vão e foram à sua vidinha.

O Sr Scolari é o Joker desta história. É um misto de cigarra que toca rock, (no caso de Scolari, Roberto Leal e restante música pimba nos autocarros da selecção) e de Sam a aguia, a dar lições de moral( não se discutem transferências antes do final do Euro 2008 disse ele aos jogadores) acerca de contratos .

É claro que é sempre bom não se discutir contratos de outros quando o nosso já foi arranjado antes do Europeu. E quando o nosso vale 15 milhões de euros por dois anos de contrato.

E no vídeo em baixo podemos ver um bom exemplo “do não faças aquilo que eu faço, mas sim aquilo que eu digo” num outro filme de Sam a águia.

Onde este vai fazer um discurso contra os ecologistas e os conservacionistas e a dada altura diz que tem uma lista onde estão expostas as espécies em extinção dizendo isso de forma depreciativa. O discurso é feito para defender a industrialização. E Sam a águia ao ler os nomes dos animais que não interessam que estejam em extinção fica muito surpreendido quando descobre que a “American Bald Eagle”, ou seja a espécie a que ele pertence, está em vias de extinção. Exclamando o que está em baixo:

“The American Bald Eagle! The American Bald Eagle?! Excuse me, this list is now inoperative!”

O que nos vale é que o senhor Scolari irá continuar a fazer a figura de Sam, a águia. Ficando cada vez mais em extinção.

O problema é que os adeptos portugueses(e os portugueses) também continuam a fazer a figura de toupeiras ridículas e morcegos a voar de dia. Apenas conseguem ser Sam a águia, mas só na parte só ridícula do mesmo.

Written by dissidentex

24/06/2008 at 16:26

PROPAGANDA DISFARÇADA DE JORNALISMO.

leave a comment »

Observo por breves instantes no dia 19 de Junho de 2008, o telejornal da TVI; se é que se pode chamar “aquilo” um telejornal.

Um repórter embasbacado e totalmente aparvalhado “entrevista” adeptos portugueses que estão à porta do hotel de onde os astros irão sair para o jogo. A pergunta de cariz transcendente é a seguinte: “já viu algum jogador da selecção”?

E continua entusiasmado sem sequer permitir a resposta à sua própria pergunta, dizendo que os adeptos estão ali e mais não sei quê…

Os adeptos que já viram algum jogador da selecção perderam qualquer sentido de vida útil que pudessem ter tido, este extinguiu-se perante a visão de um jogador da selecção nacional de Portugal.

É favor suicidarem-se já a seguir, porque a vossa vida já deixou de ter sentido. O objectivo que tinham e pelo qual nasceram; observar os jogadores da selecção nacional, já foi cumprido.

Façam o favor de morrer perante tão grande feito alcançado.

A alarvidade continua e creio que em Munique, ou em Basileia ou noutra antecâmara do inferno em que estamos metidos mais um repórter aparvalhado da TVI encontra Fátima Lopes a charmosa estilista e designer portuguesa de roupa, especializada em fazer roupa de P*uta, mas que conseguiu (outra vez) um contrato para fazer os fatos dos jogadores da selecção.

FÁTIMA LOPES- PRIBERAMÉ por isso que a senhora estava lá na Suíça para “apoiar” a selecção oficialmente e extra oficialmente para proteger o “investimento” e dar uma imagem de que até se está com a selecção, se apoia a selecção, se vai aos jogos da selecção etc e tal…

Tudo é altruísmo, e nada é negócio, claro…

A sedutora Fátima é questionada pelo pseudo jornalista acerca do ambiente que se vive “ao redor da nossa selecção” e Fátima Lopes, reconhecida especialista no tema, responde de forma lapidar.

Diz que, deixando-me, confesso, à beira de uma apoplexia ou de um ataque de nervos e com vontade de aprender a fabricar bombas artesanais, diz, escrevia eu, o seguinte: “não tenho dúvidas que todas estas “euforismos” que se vem aqui também acontecem em Portugal.

Deuses do Olimpo.

Gnomos do Purgatório.

Cães de guarda do Inferno.

Eu vos convoco e vos exijo sob penas terríveis que gritem aos quatro ventos o seguinte:

Dissidente- x! és mesmo um estúpido calhau. Então não conheces a palavra euforismos?

Nem tu nem a Priberam, mas a Priberam é anti patriota e não apoia a nossa selecção.

Esta selecção é tão boa que até uma das suas pseudo apoiantes quer dizer “Euforias” e acaba a falar em “euforismos”.

Mas como a senhora desenha umas roupas de P*uta deliciosamente perversas, se calhar esta palavra “euforismos” é alguma subliminar alusão sexual… ou um nova marca/segmento sexual a lançar… digo eu,maldizente…e anti patriótico nesta hora em que a pátria precisa tanto de nós e nós desejamos que ela caia ao mar.

Pelo meio existe a porcaria extremamente suja e a corrupção do costume. Por um lado temos o Correio da manha, a atacar a democracia com as suas capas manhosas de desgaste ao actual governo, para eles identificado como sendo de “esquerda política”- coisa que não é.

Por outro lado temos a notícia que em Maio, (mas provavelmente as portarias a definir isso só saíram convenientemente agora para coincidir com os “jogos da selecção”), o governo mandou aumentar o preço de 121 medicamentos – a pedido dos próprios laboratórios que os comercializam – que é a imagem de marca deste governo; passar a vida de calcinhas na mão recebendo ordens do actual poder económico.

Assim uma má notícia é anulada e abafada por outra aparentemente boa notícia. *

Num blog chamado digital Jornalismo foi enviada uma ligação para aqui, a propósito da selecção nacional. A dada altura o blogger que enviou a ligação escreve o seguinte referindo-se ao que eu escrevi á propósito da selecção neste:

« O blogger vai mais longe ao dizer que considera “perigoso” para Portugal a vitória nesta prova, recusando que “esta selecção seja usada como está a ser usada, para disfarçar outras coisas graves que estão a acontecer”. »

CAPAS CM-RECORD-19JUNHO DE 2008

O que nos leva a perguntar, dada esta operação de propaganda, se PORTUGAL ACREDITA QUE EXISTEM 121 MEDICAMENTOS MAIS CAROS? *