DISSIDENTE-X

Posts Tagged ‘DIVIDA EXTERNA PORTUGUESA

DÍViDA EXTERNA PORTUGUESA E OS MERCADOS

leave a comment »

Os mercados, essa entidade desconhecida que não foi eleita, exigiram que um país pequeno e cheio de traidores e vendidos em todos os lados, aplicasse um orçamento bizarro.

Um orçamento que significa a implementação da austeridade ( mas não para todos) e a implementação de cortes nas despesas (mas não para todos) para que os mercados finalmente se acalmem.

Apesar de os mercados serem uma entidade desconhecida que não foi eleita, parece que existe a necessidade de os acalmar.

Chá de camomila não funciona.

A diferença no spread da taxa de juro desses magníficos produtos financeiros que dão pelo nome de “Cds”  – credit default swaps” está a aumentar.

Ø

E a maquina de propaganda manifesta-se.

Agora começa a ser-nos explicado que os mercados  – essa entidade que é desconhecida e não foi eleita – estão desconfiados do orçamento e como tal não acreditam no seu cumprimento.

Ø

É uma explicação tão falsa como outra qualquer explicação que se possa inventar.

Ø

Para a semana, os mercados exigirão que se sacrifiquem cabras num altar.

Daqui a duas semanas terá que sacrificar-se uma virgem recém nascida.

E os vendidos aplaudirão com entusiasmo.

Especialmente os que querem chegar depressa ao poder.

DÍVIDA EXTERNA PORTUGUESA

leave a comment »

In the decade since the introduction of the euro, the economies on the continent have become increasingly interwoven. With cross-border banking and borrowing, many countries on the periphery of Europe owe vast sums to one another, as well as to richer neighbors like Germany and France.

E é assim que dois pequenos países europeus que foram convidados a jogar um jogo, estão agora a ser declarados como fazendo parte do Oriente e de África e estão a ser convidados brutalmente a sair do jogo.

Dívidas pequenas, quando comparadas com os outros gigantes, mas estes países pequenos serão atacados para que se prove um ponto de vista.

Ø

As populações desses países pequenos não serão tidas nem achadas.

A democracia também não.

Ø

E hoje quando se anuncia um pacote de austeridade em Portugal, que inclui aumentos de 23%de IVA, em alguns sítios em Portugal, pessoas abrem garrafas de champanhe, comemorando o que se passou e várias pessoas  brindaram dizendo ” Portugal é de novo nosso”….

Written by dissidentex

29/09/2010 at 18:49