DISSIDENTE-X

Posts Tagged ‘MIGUEL MACEDO

O PSD COMO NOVO KGB DA SEGURANÇA INTERNA

Ø

Em 2010, Miguel Macedo era deputado e líder parlamentar do PSD.

Ø

«Não queremos que os cidadãos andem com o Estado no banco de trás»
PSD vota com a oposição e chumba chips nas matrículas

Miguel Macedo anunciou esta quinta-feira que o PSD vai votar a favor dos projectos de revogação dos chips nas matrículas, votando assim ao lado da oposição e chumbando o projecto do Governo. O líder da bancada parlamentar justificou a posição do partido afirmando que vota «em conformidade» com o que sempre defendeu.

Ø

Notícia “libertária” e “anti estatal” da comunicação social, dia 24 de Junho de 2010

Ø

O ministro da Administração Interna garantiu nesta quarta-feira que o Governo “não vai desistir” da proposta sobre a instalação de câmaras de videovigilância em espaços públicos, apesar de a Comissão Nacional de Protecção de Dados (CNPD) a ter considerado inconstitucional.

Ø

Notícia estatizante da comunicação social, dia 8 de dezembro de 2011

Ø

Em 2011, Miguel Macedo é ministro da administração interna.

Advertisement

O PSD COMBATE O DESEMPREGO DESPEDINDO PESSOAS

No dia 7 de Fevereiro de 2011, o actual ministro da administração interna afirmou o seguinte:

Ø

“…Domingo, o líder parlamentar do PSD, Miguel Macedo, acusou José Sócrates de mentir quando afirmou que os sociais-democratas querem despedir funcionários públicos como caminho para reformar o Estado.

Ø

Notícia da comunicação social, dia 7 de Fevereiro de 2011.

Ø

Miguel Relvas responde que José Sócrates é que foi insensato quando disse que o PSD queria dispensar funcionários públicos.

Notícia da comunicação social, dia 7 de Fevereiro de 2011.

Ø

“O PSD não vai despedir funcionários públicos caso venha a ser Governo. A garantia foi deixada por Eduardo Catroga, para quem o emagrecimento do Estado “gordo paralelo”, como disse, poderá acontecer “através da gestão dos movimentos de entradas e saídas” e de rescisões voluntárias.”

Ø

Eduardo Catroga, declarações à comunicação social, dia 9 de Maio de 2011.

Ø

Dois terços dos colaboradores das Obras Públicas despedido

Na prática, o Governo não precisa qual será o número de funcionários do antigo Ministérios das Obras Públicas, Transportes e Comunicações que serão despedidos. No final de 2010, este ministério empregava 2.689 funcionários. Se a medida incidir sobre este universo, o despedimento poderá afectar 1.900 funcionários do extinto Ministério das Obras Públicas.

Ø

Notícia da comunicação social, dia 22 de Julho de 2011