DISSIDENTE-X

SELECÇÃO NACIONAL. TOUPEIRAS E MORCEGOS.

leave a comment »

Winston Churchill:

Se Hitler invadisse o Inferno a Grâ-Bretanha assinaria um pacto com o Diabo.

Num destes dias tive um sonho acerca do inferno. Um sonho muito particular acerca do Inferno.

Dizem por aí que eu não sonho, mas tal não é verdade. Neste inferno muito particular de um sonho muito específico, estava eu num cemitério a dormir uma sesta quando acordei. Assisti ao espectáculo da visão de mercenários saídos das tumbas onde estavam, que se reuniam em parada para formarem um exército de assalto, as legiões do Inferno. Máquinas sub humanas mortais de guerra que iriam atacar a humanidade e destrui-la, sem piedade nem pena.

E observei, como que paralisado no meu sonho, mas vendo-me a mim mesmo a olhar para a acção que decorria diante dos meus olhos, os mercenários do inferno a soltarem guinchos pela dor de outros, esqueletos em crânios com esgares ferozes e demoníacos, em êxtase pela perspectiva de sangue fresco e almas puras para arrebanharem.

Apesar de tudo estava eu, muito satisfeito pela relativa normalidade da narrativa no meu sonho quando de repente… no meu normal sonho…sobre esqueletos e legiões do inferno…

as faces esqueléticas das legiões do Inferno começaram lentamente a transformar-se. De esqueletos demoníacas sedentos de sangue e almas para…lentamente…

de uma forma difusa e como um nevoeiro…insidioso que se impregna nos nosso ossos como cacimbo matinal olhado de um penhasco…

para

toupeiras.

TOUPEIRAS DA SEÇECÇÃO

Uma mudança no sonho, ou como diria um qualquer político português, uma mudança de paradigma competitivo.

Em vez de legiões do Inferno que gritavam pela dor das almas e pelo sangue dos inocentes, observei espantado e extasiado pelotões de toupeiras… companhias de toupeiras… exércitos de toupeiras… equipados com a camisola da selecção nacional de Portugal marchando de forma desordenada através de ruas destruidas. Aos pulos e aos saltos…

Estas toupeiras tinham além disso o estranho hábito de marcharem chocando umas com as outras enquanto comiam entremeadas e bifanas e bebiam cerveja por garrafa.

Nesta altura senti de súbito um estranho desejo a formar-se em mim. Comecei a desejar que a imagem inicial dos esqueletos das legiões do inferno em vez desta estranha aglomeração de toupeiras. Com esqueletos demoníacos podemos lidar. Com exércitos de toupeiras…

corn flakes de carne de porcoDepois ainda algo mais estranho aconteceu. Um intervalo publicitário aconteceu no meu sonho e um dos mais extraordinários produtos publicitários que já alguma vez tinha esperado aparecer, surgiu durante o intervalo publicitário de 30 segundos do meu sonho.

Um anúncio entusiasmado mostrando toupeiras gordas a publicitarem flocos de carne de porco numa nova e inovadora incursão pela gama de produtos de emagrecimento e Light.

O slogan era ” O Modelo Continente apoia a nossa selecção”. Os nossos heróis comem Flakes carne de porco. E você, toupeira? De que está à espera para apoiar a nossa selecção. Compre já Flakes carne de porco e apoie a nossa selecção!

Logo após o intervalo publicitário estranhíssimo surgiu outra imagem acerca deste sonho. A visão aérea mais estranha e peculiar.

Morcegos a voar de dia equipados com a camisola da selecção nacional.

Estes morcegos nas sua acrobacias aéreas durante o dia, e por via disso, chocavam uns com os outros, chocavam com postes de iluminação, chocavam com tudo o que estava estático e chocavam com algumas toupeiras do exército de toupeiras equipado com as camisolas da selecção nacional.

Vi algo de extraordinário, um morcego que chocou com uma toupeira e após o choque, começaram ambos a debater animadamente o acidente usando um combate de boxe mutuo para tal, procurando definir qual a razão do choque entre ambos.

Até que… o sol pós-se por instantes tapado por uma nuvem e…

uma sombra caiu momentaneamente sobre ambos. O morcego e a toupeira perceberam que estavam ambos equipados com as camisolas da selecção nacional e rapidamente se tornaram grandes amigos. Começaram muito depressa a partilhar umas entremeadas e umas cervejas Sagres. E começaram a falar das suas experiências na Suíça onde ambos eram imigrantes.

Pode uma selecção nacional que é apoiada por toupeiras e morcegos ganhar?

Deverá eticamente desejar-se que ganhe?

Anúncios

Written by dissidentex

16/06/2008 às 11:17

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: